É proibido dizer a palavra revolução

Há palavras de uso delicado no teatro português. Não são ditas entredentes, mas entre sorrisos de auto-ironia e auto-censura. Enquanto isso, no Chile, uma geração que pouco viveu das ditaduras quer fazer as suas revoluções a partir do teatro. E nós? Estamos mais atrás ou mais à frente?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: