Performance Arte Portuguesa 3

4 2015 AP

O último dia começou com as comunicações “Traduzir Oralidade: O futuro da arte? de Ernesto de Sousa”, de Pedro Barateiro; “Os Rituais Tradicionais Portugueses na performance de Armando Azevedo e Albuquerque Mendes”, de Beatriz Albuquerque; e “O engajador engajado”, apresentada por mim.

Falei sobre as evocações do Brasil nas peças Velocidade Máxima (2009), do Coletivo 84; Vontade de Ter Vontade (2012), de Cláudia Dias; Os Serrenhos do Caldeirão (2012), de Vera Mantero; Espectáculo Absoluto (2014), do grupo Sr. João; Museu Encantador (2015), de Rita Natálio e Joana Levi; Colecção de Amantes (2015), de Raquel André; I Can’t Breathe (2015), de Elmano Sancho; e Alla Prima (2015), de Tiago Cadete (na foto — Alla Prima que pode ser vista ainda hoje na Rua das Gaivotas 6, em Lisboa, e, de hoje a oito, no Citemor). Entre o teatro, a dança e a performance art, esta mão cheia de peças é inclassificável quanto ao género, mas também quanto ao tema e ao contexto de produção. Dão origem a experiências híbridas, mestiças e precárias, quando muito. Alguns traços têm em comum: a exposição do corpo dos próprios autores, que são também actores, bailarinos ou performers; a companhia de não-actores em cena; a enumeração de factos, imagens, hipóteses, citações e encontros. No horizonte, a emigração.

A seguir, Cláudia Giannetti, a segunda keynote speaker, fez uma intervenção intitulada “Metaformance: Corpo – Interface – Interactor”. À tarde, foi a vez de António Contador, com “A polidez, grau zero do gesto artístico : o caso do senhor do adeus”; Ana Pais, com “Longe da vista, perto do coração”; Susana Chiocca, com “Corpos laminais”; e Ana Dinger e Fernanda Eugénio, com “METÁLOGO #4 – histórias & geografias da performance”. Seguiu-se a terceira parte dos Diálogos Performativas, com Vânia Rovisco, Manoel Barbosa e António Olaio, e logo depois a sessão de encerramento do simpósio. Este encontro continua no Porto e em Coimbra, em datas formatos a anunciar.
Anúncios

Os comentários estão fechados.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: