Cut, frame and border

Christiane Jatahy foi a encenadora convidada este ano para orientar a École des Maîtres — uma residência com actores de quatro países, Bélgica, Itália, França, Portugal — e o resultado foi um espectáculo-ensaio onde tudo pode acontecer. Os participantes vão improvisando a actuação conforme a encenadora lhes pede (através de minúsculos auscultadores) que sigam esta ou aquela instrução, previamente discutida, mas cuja sequência é determinada em tempo real. Aparentemente esquemático, o processo liberta a criatividade, ao obrigar os atores a tomarem decisões rapidamente, e dá-nos a ver (a eles também) soluções nunca imaginadas.

Jatahy, do Rio de Janeiro, já tinha estado em Coimbra com Julia e este ano trouxe E se elas fossem para Moscou? a Lisboa. Está a trabalhar atualmente com o Odéon e o Centquatre, em Paris. O Centro de Dramaturgia Contemporânea da Universidade de Coimbra fez uma entrevista à encenadora que ficará para a posteridade.

Anúncios

Os comentários estão fechados.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: